Águias treinadas para caçarem drones

Já estão operacionais as águias treinadas pela Força Aérea Francesa no combate aos drones ilegais. Uma demonstração da capacidade de combate das aves foi feita esta sexta-feira.

As águias treinadas pela Força Aérea Francesa têm o nome de dois dos três mosqueteiros (Aramis e D’Artagnan).

E a ideia de treinar águias-reais contra pequenos drones surgiu devido ao risco de um ataque terrorista com estes aparelhos.

A Força Aérea Francesa pensa que estes “combatentes” contra os drones são mais eficazes e mais baratos do que a utilização de meios eletrónicos. Para mais, as aves “agarram” o drone sem que ele caia sobre a multidão.

As águias vão passar a estar em alerta em grandes concentrações de pessoas, como a festa do 14 de Julho.

O treino dos animais baseia-se em incutir nas águias a ideia de que os drones transportam alimentos e o instinto faz com que as aves queiram “caçar” os aparelhos levando-os ao treinador.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.


[ad id=”12849″]

[ad id=”12862″]
A golden eagle grabs a flying drone during a military training exercise at Mont-de-Marsan French Air Force base, Southwestern France, February 10, 2017. REUTERS/Regis Duvignau
A French army falconer works with a golden eagle as part of a military training for combat against drones in Mont de Marsan French Air Force base, Southwestern France, February 10, 2017. REUTERS/Regis Duvignau
A golden eagle is pictured as part of a military training for combat against drones in Mont-de-Marsan French Air Force base, Southwestern France, February 10, 2017. REUTERS/Regis Duvignau

Fonte: www.tsf.pt

Faça o seu Comentário ( facebook)