pesquisa geral

O que é indústria 4.0 e como ela melhora sua produtividade?

O que é indústria 4.0 e como ela melhora sua produtividade?

Novo modelo de indústria que rege todo o processo através de um único sistema, a internet das coisas.

O conceito de indústria 4.0 aperfeiçoa o processo industrial conhecido atualmente. Nele, a tecnologia tende a tornar os processos de produção mais eficientes e autônomos. O termo surgiu em 2011, e trouxe consigo determinados princípios:

  • Capacidade de ação em tempo real – consiste na apuração e análise de dados em tempo real, o que possibilita a tomada de decisão em menos tempo;
  • Virtualização – na indústria 4.0 é proposto uma cópia virtual das fábricas inteligentes, para que assim seja feito o monitoramento do local, através de sensores espalhados. Além disso, também são usadas simulações;
  • Descentralização – onde as próprias máquinas passarão ao sistema informações relevantes em relação ao ciclo de trabalho, ao invés de apenas receberem comandos. Trabalhando assim, de forma mais descentralizada;
  • Modularidade – flexibilidade de produção de acordo com a demanda, além da possibilidade de acoplamento e desacoplamento de módulos nas máquinas, tornando-as assim, úteis em mais de uma função;
  • Orientação a serviços – softwares alinhados com o conceito de internet das coisas.

Além desses princípios e propostas trazidas por este novo conceito, também temos alguns pilares que devem ser levados em consideração.

Pilares da Industria 4.0

Existem alguns pontos principais da transformação para Indústria 4.0. Todos são interdependentes, portanto devem ser implementados gradualmente, vamos conhecer alguns deles:

  • Internet das coisas: é a conexão em rede de objetos, ambientes, veículos e máquinas por meio de dispositivos eletrônicos, que permitem e integram a troca de informações. Sistemas que funcionam a base da Internet das Coisas são chamados de Cyber-físicos, e são o que regem a indústria 4.0.
  • Big Data Analytics: é uma nova estrutura, mais complexa, na apuração, análise e gerenciamento das informações. Aplicado ao conceito de indústria 4.0, é usada a estratégia dos 6C para lidar com os dados colhidos. Conexão (à rede), Cloud (nuvem/demanda), Cyber (modelo e memória), Conteúdo, Comunidade (compartilhamento das informações) e Customização (personalização e valores).
  • Segurança: um fator que requer atenção em todo esse processo de renovação do setor industrial é a segurança dessas informações que serão colhidas e armazenadas.

A segurança na internet das coisas é fundamental para que o know how da empresa fique protegido, além de evitar problemas de transmissão de informações entre a internet das coisas e big data, para evitar problemas na produção.

De fato, muitas partes do mercado sofrerão alterações por questão nesse novo modelo. As empresas poderão customizar ainda mais seus produtos de acordo com as preferências de seus clientes, o que tende a ser mais uma variável considerável no processo de manufatura.

Torna o processo mais rápido e funcional, já que há a possibilidade de designar uma máquina para mais de uma tarefa.

Cada vez mais caminhando para passos mais tecnológicos e funcionais!

Um grande abraço, sucesso e Bons Negócios.

Mariana Chaim

Faça o seu Comentário ( facebook)

Sobre o autor

Mariana Chaim

Meu Lema -> Querer não é poder! Ideia+Planejamento+Ação = Resultados! Sempre acreditei que o céu é o limite para alcançar os resultados, e foi pensando nisso que sigo há 15 anos atuando nas áreas de marketing, tecnologia e comercial trilhando um caminho para ajudar empresários e gestores de empresas de pequeno e médio porte. Iniciei minha formação em Sistemas Informatizados de Internet e Redes me profissionalizei em gestão empresarial, designer gráfico e web, analista em marketing digital, consultoria empresarial, e possuo especialização em comercialização de produtos e serviços. Além das Palestras e Treinamentos, sou cocriadora do Sistema para Gestão Empresarial AMWSYS e Diretora de Negócios da LM Tecnologia em Ribeirão Preto.

posts relacionados