Pilotos pedem uma Fórmula 1 mais competitiva para 2016

(Foto: Sutton Motorsport Images)
(Foto: Sutton Motorsport Images)

Enquanto acompanhamos o “mais do mesmo” em 2015 na fórmula 1, outros pilotos pedem uma reformulação na categoria para o ano que vem. A técnica apresentada pelos engenheiros foi um dos fatores primordiais para o sucesso de Lewis Hamilton a frente da maioria das corridas. No contraponto, Rosberg corria na sombra do companheiro de equipe e teve que se conformar com o vice-campeonato.

Nesse parâmetro, a temporada mostrou que poucas mudanças foram feitas para que a Fórmula 1 trouxesse aquele espírito competitivo de ultrapassagens nas últimas voltas, brigas durante todas as corridas e disputa de ponto a ponto entre, pelo menos, seis corredores para o título mundial.

Recentemente, vimos Maldonado cobrando a organização para que 2016 não seja um repeteco dessa temporada. A mesmice já era vista quando Sebastian Vettel dominou a categoria quando ganhou seus títulos na Red Bull. A briga com o companheiro Mark Webber era a mesma de Hamilton e Rosberg. Outro exemplo era a disputa de Alonso e Massa na Ferrari. Ainda na escuderia vermelha, Schumacher e Barrichello faziam a disputa do maior contra o menor, e sempre o primeiro acaba na frente.

A Fórmula 1 precisa de inovação. Precisa trazer aquela paixão do cockpit e do autódromo. Precisa trazer o público novamente para as arquibancadas. Ninguém vai investir em algo que já se sabe o resultado. A Fórmula 1 precisa de uma nova cara, e não é do jeito que foi em 2015 que ela irá colher novos frutos.

Faça o seu Comentário ( facebook)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

três × um =