Rebelião em Alcaçuz um verdadeiro massacre

Preso baleado sai de Alcaçuz em ambulância (Foto: Anderson Barbosa/G1)

“Os presos estão armados e se matando”, disse o major Eduardo Franco, da assessoria de comunicação da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, sobre a rebelião reiniciada na manhã desta quinta-feira (19) na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta.

Um cenário de guerra toma conta da penitenciária. “Está todo mundo armado”, afirmou o major Franco. “A sorte é que eles não estão atirando contra as guaritas, senão teríamos que revidar.”

No último sábado (14), a presidente do Sindicato dos Agentes Penietnciários, Vilma Batista, afirmou que homens em um carro se aproximaram do presídio, antes da rebelião, e jogaram armas por cima do muro.

Peritos recolhem mais partes de corpos na Penitenciária de Alcaçuz

 

Faça o seu Comentário ( facebook)